Cigarro eletrônico é tão prejudicial à saúde quanto cigarro tradicional

18 de Julho de 2022 by Milton Figueiredo
Saúde
Cigarro eletrônico é tão prejudicial à saúde quanto cigarro tradicional

Dr. Carlos Fruet, oncologista da Oncoclínicas Ribeirão Preto

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o uso dos cigarros eletrônicos, também chamados de vaper, pode causar doenças respiratórias como o enfisema pulmonar, doenças cardiovasculares, dermatite e câncer. Ainda de acordo com o INCA, mais de 30 mil brasileiros são diagnosticados anualmente com câncer de pulmão - cerca de 13,5% de todos os novos casos da doença - e 85% estão associados ao consumo de derivados de tabaco.

“Tanto o cigarro tradicional quanto o eletrônico são considerados fatores de risco para o desenvolvimento de câncer. Além do tipo de neoplasia de pulmão, o tabagismo também está relacionado ao aparecimento e evolução de outros tumores como o de cabeça e pescoço, esôfago, bexiga, dentre outros”, afirma Carlos Fruet, oncologista da Oncoclínicas Ribeirão Preto.

Segundo o Instituto de Efetividade Clínica e Sanitária (IECS), além dos altos índices de câncer de pulmão, o país registra anualmente cerca de 25 mil mortes ocasionadas por outros tipos de cânceres relacionados ao tabagismo.

Sobre o uso do cigarro eletrônico, o médico ressalta ainda que os riscos à saúde podem ser iguais ou até maiores do que os do cigarro comum. ”As pessoas optam por usarem o vaper como alternativa, porém, ele não combate o vício em tabaco e ainda contém substâncias tóxicas, metais pesados, como o chumbo e a nicotina que, provocam maior dependência. Uma versão moderna do mesmo mal”, finaliza.

Para o oncologista Carlos Fruet, parar de fumar é a melhor alternativa para o organismo se recuperar e os riscos de câncer diminuírem com o tempo. "Após 20 minutos sem fumar já é possível ter benefícios como melhora da pressão arterial; em duas horas já não há mais nicotina circulando no sangue, entre 12 e 24 horas já há certa melhora na função pulmonar, após um ano o risco de morte por infarto cai pela metade. Também há menos chance de desenvolver neoplasias de boca, faringe, esôfago e bexiga e após 10 anos sem fumar a recompensa é ter metade da probabilidade de morrer de câncer de pulmão do que uma pessoa que fuma", reforça.

Tags
Os Independentes Rodeio A Grande Conquista A Paixão de Cristo ACIB Acqua Titãs Arraial da Alegria Arte Artigos Astrologia AVCC Barretos Motorcycles BBB Carnaval CBH-BPG Centerplex Cinemas Cidade de Maria Cidades Cinema Clientes Comitê Baixo Pardo/Grande Comitê do Baixo Pardo/Grande Comportamento Concurso de Beleza Cultura Dengue Disney Diversidade Economia Educação Educação Ambiental Empreendedorismo Emprego Esporte Estética Fake News Festa do Peão de Barretos Game Garota Motorcycles Gastronomia Globoplay Harry Potter Hospital de Amor Inclusão Insane Sound Insane Sound Barretos Inteligência Artificial Intolerância à lactose Kids Laer Lazer LGBTQIA+ Literatura Lula Meio Ambiente Minuto Barretos Miss Miss Rodeio Brasil Mister Mister Earth Brazil Mister Earth International Mister Eco Brazil Mister Eco São Paulo Mister Rodeio Brasil Mister Terra Brasil Moda Muar do Sertão Mundo Pet Música Musica Música sertaneja Natal North Shopping Barretos NorthShopping Barretos novela Novela Novelas novelas OAB OAB Barretos Oktoberfest Barretos Olímpia OnlyFans Onlyfans Oportunidades Os Independentes Paixão de Cristo Palestra Parque do P~eao Parque do Peão Parque do Peao Páscoa Patati Patatá Pet PET Plantar Água Plus Size Podcast Política Prefeitura de Barretos Prefeitura de Bebedouro Prefeitura de Colômbia Prime Video Privacy Projeto Super Conscientes Publieditorial PUblieditorial Queima do Alho Rainha do Rodeio Rainha Os Independentes Rancho do Peãozinho Reality Show Reality show Relacionamento Reliartes Religião Resenha na Rádio Ribeirão Preto Rodeio SAAE Barretos Samba Barretos Saúde Sáude Saude SENAC Senac Série Séries Sex Shop Sexo Solidariedade Super Conscientes Sustentabilidade Tecnologia Thalia Troféu Mulher Turismo Turismo Religioso Turma do Peãozinho TV TV Câmara TV Globo UNIFEB Veganismo Xuxa