Secretaria de Estado da Saúde declara epidemia de dengue em Barretos

08 de Maio de 2022 by Milton Figueiredo
Prefeitura de Barretos Saúde
Secretaria de Estado da Saúde declara epidemia de dengue em Barretos

A Secretaria de Estado de Saúde, através do Grupo de Vigilância Epidemiológica, declarou epidemia de dengue no município de Barretos. A decisão foi tomada após análise dos números de casos suspeitos e confirmados.

Com esta alteração os pacientes que procurarem a rede pública de saúde apresentando três sintomas ou mais da doença receberão o tratamento, porém, por determinação do Estado, não passarão pela testagem. “Mesmo sem o teste específico para dengue iremos continuar fazendo os hemogramas para o controle das plaquetas dos pacientes”, informou o secretário municipal de saúde, Kleber Rosa.

Sintomas da Dengue
•        Febre Alta
•        Dor de Cabeça e Atrás dos Olhos
•        Náuseas, Vômitos e Tontura
•        Extremo Cansaço
•        Mancha e Erupções na Pele
•        Moleza e Dor no Corpo
•        Muitas Dores nos Ossos e Articulações

Os pacientes que tiverem dúvidas podem falar no Telessaúde através do whatsapp pelo número 17 3612-0003.

Combate à doença

A prefeitura da Estância Turística de Barretos segue empenhada no combate ao Aedes aegypti, com diversas ações realizadas desde o ano passado. Os arrastões de limpeza para recolhimento de materiais inservíveis que possam acumular água, tornando-se possíveis criadouros para o mosquito, são uma delas.

No primeiro arrastão, realizado entre os meses de setembro e novembro de 2021, foram retirados 485 caminhões de materiais descartados pela população. Neste ano, o segundo arrastão realizado de janeiro a março, recolheu 120 caminhões.

Dando continuidade ao trabalho de prevenção, a prefeitura deu início no último dia 25 de abril, ao “3° arrastão contra a dengue”, uma megaoperação envolvendo mais de 60 servidores. Os bairros que já receberam o mutirão foram: Leda Amêndola, Dom Bosco, Christiano Carvalho, Sumaré, Santa Helena, Centro e Barretos II.

Em menos de uma semana, 15 caminhões de materiais descartados foram recolhidos, 2.992 casas visitadas e 61 focos do mosquito foram identificados.

Além desta ação, os Agentes do Controle de Vetores continuam com a nebulização dentro das residências, com bombas costais, e percorrendo as ruas com o carro do “fumacê”.

Fotos: Nivaldo Jr.